• Armazém na Estrada

Milagre d’ estreia

por Pedro Vale



Vida prazenteira, Gesto normal. Encadeamento De claros Acordes Outonais. Absorta lentidão. Desejo, Combate, E renúncia À tentação Do recentemente Adiado mil acre d’estreia (sem unanimidade). Prolongado o tempo Da subtileza linguística. Impaciente o esforço...

- Bica poética para a mesa sete!



Poema extraído do livro AZUL INSTANTÂNEO

(confira: https://www.skoob.com.br/azul-instantaneo-804586ed808569.html )


Pedro Vale é poeta e professor.

Português nascido no Porto, reside no Funchal

e frequenta o mestrado em Gestão Cultural

na Universidade da Madeira.

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo