• Armazém na Estrada

Escassez

Atualizado: Mar 12

por Peilton Sena


Tá faltando

Gentileza

Com licença

Muito obrigado

Por favor

A vida perdeu a beleza

Desgastou-se


Tá faltando

O olhar

O aperto de mão

O abraço apertado

O Amor

A vida perdeu a cor

Desbotou-se


Tá faltando

Carinho

Bondade

Ternura

Simpatia

A vida não tem mais poesia

Esvaziou-se


Tá faltando

O olhar complacente

O sorriso nos dentes

O divino humanizar

O ser, ser humano novamente


Tá sobrando

Escassez de

GENTE


Peilton Sena, o Poetamigo, é poeta, escritor e palestrante.


155 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo