• Armazém na Estrada

E agora?

Atualizado: Mar 12

por Valter Moraes



Não temos resposta,

Somente um fio de esperança,

Somente um olhar pela janela,

Somente a imensidão à nossa frente

Possibilitando-nos navegar na poesia,

Nesse turbilhão humano de incertezas,

Nessa onda proporcionada pela natureza

Na natureza humana decapitada pela estupidez.


Resta-nos ainda

a unidade nesse fio de esperança, abraçados na solidariedade

para estendermos a paz.


E agora?


Somente a certeza da nossa pequenez,

e a realidade do ser finito construindo esperanças.



Valter Moraes é poeta, filósofo e comunista.


87 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Lágrimas