• Armazém na Estrada

Brevidade

um poema por Peilton Sena



Içar velas

Velas ao vento

Vela acesa

Noite adentro

Num segundo

Apaga-se a chama

Morre o momento

Viva o agora

Antes que a Vida

Vá embora

Num barco

De outro tempo


Peilton Sena, o Poetamigo, é poeta, escritor e palestrante.

Membro da Academia Santista de Letras

90 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo