• Armazém na Estrada

Vovó entre cosmogonias & fenomenologia

por Lodônio de Poiri



Era somente a avó na cozinha.

O inebriante reluzir do dendê na cebola.


Mundos preditos nas rúculas e cúrcumas,

e os talos de coentro rodopiam na mão.

Dança com as folhas de hortelã

e dedilha o serelepe manjericão.

Nos sorrisos em alecrim:


Eternidade.



Lodônio de Poiri é poeta e escritor. Um epicurista anarquista e vice-versa

80 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Lágrimas