• Armazém na Estrada

Velocímetro

por Peilton Sena



Tempo de pressa

Corre

Corre

Corre

Quem não se adianta

Morre

Morre

Morre

Cadê a vida?

Perdeu o sentido

O ônibus

O navio

O metrô

O avião

O trem acabou de partir

Lotado da estação

Corre

Corre

Corre

Senão

Morre

Morre

Morre

Cadê a vida?

Passou tão depressa

Não levou felicidade

Foi vista pela última vez

Em alta velocidade


Peilton Sena, o Poetamigo, é poeta, escritor e palestrante.


95 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo