• Armazém na Estrada

São João Dendi Casa

Atualizado: Mar 12

Daniel Junior

A Beira Rio sem enfeite,

Dá uns aperto nos peito,

Um misto de dor e vazio,

Em contraste

Com a neblina e o frio,

Vai faltá o calor de gente,

Dançando um forrozin envolvente,

Vai faltá o resfulengo da sanfona,

E inté as menina fujona,

Vai faltá o xêro no cangote,

Com a morena dançando xote...

E vai ficar todo mundo  na saudade, 

E essa é um trem que maltrata, 

Mas, pelo menos não mata.


Fique dendi casa!

Monte seu cenário,

Prepare seu repertório, 

E reze no seu oratório, 

Reze pra Santo Antônio,

Pra São João e São Pedro,

Protegidinho e sem medo, 

Prepare sua canjica,

Seu milho, amendoim e licor,

E dance a noite todinha,

Grudadinho com seu amor,

E se não tiver um amor, 

Não tem segredo e nem aperreio,

Se junte com você mesmo,

Dançando com seu espelho.

E... Se avexe não, 

Espere a poeira no terreiro assentá,

E paroano nós vai

Se encontrá, 

Por ora, *tu fica de lá*,

E *eu fico de cá*,

E chama no celulá,

Pra mode a saudade 

A gente matá.



Daniel Junior é poeta e professor.

107 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

Lágrimas