• Armazém na Estrada

Revelação

Atualizado: Mar 12

por Peilton Sena


Não carrego pedras

Transporto sonhos

Não semeio guerras

Planto árvores

De dourados pomos


Canto o milagre

De cada dia

Na doce alegria

Da poesia que componho


E no poema da VIDA

Versos e rimas

Vão revelando

O quanto ainda sou humano


Peilton Sena, o Poetamigo, é poeta, escritor e palestrante.

107 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Lágrimas