top of page
  • Foto do escritorArmazém na Estrada

Perguntas de um operário brasileiro que vota

Atualizado: 13 de fev. de 2022

um ensaio por Moisés Morais


Vão colocar o retrato do “velho” outra vez? Alguém vai conseguir retirar?

Será que nesse ano terá candidato que irá ao debate presidencial depois de ter tomado algumas doses de whisky?

Haverá propostas reais para evitar desastres com enchentes? Ou a indústria da chuva veio pra ficar no lugar da indústria da seca?

Quem será o eleitorado decisivo dessa vez? A classe média ressentida porque a prestação do carro está em atraso ou o lupem do lupemproletariado que tenta sobreviver disputando osso na fila de rejeitos do açougue?

Os brasileiros fãs das calças jeans e da Disneylandia vão querer imitar a turba que invadiu o capitólio nos Estados Unidos?

O que será melhor recomendado para o mercado conter sua histeria? um pastor com expertise em exorcismo ou um psiquiatra ávido em prescrever remédio faixa preta?

E quanto a terceira via, se ela não vingar, será que a melhor saída será pela Via Dutra?

Não faltam perguntas, mas vai demorar o tempo de uma gestação para termos as respostas.


Moisés Morais é Historiador e Professor.

Mestre em História pela UNEB.



120 visualizações3 comentários

Posts recentes

Ver tudo

3 comentarios


jeovannaavlis
16 feb 2022

Certamente a política brasileira precisa passar por sérias avaliações.

"A direita nunca funcionou no Brasil" ou "O Brasil precisa ser governado por alguém que já passou fome", nem um, nem outro, pois o homem é facilmente corrompido. Mas também não podemos ficar em cima do muro.

"Quando a senzala aprender a ler e escrever, a casa grande surta" ou "O que me incomoda não é o barulho dos maus, e sim o silêncio dos bons" são frases de grande peso, mas só terá efeito se a massa realmente entender o que aconteceu no seu passado e comparar com o que está acontecendo no presente e só assim fará boas escolhas para o seu futuro.

Me gusta

Jully Lima
Jully Lima
16 feb 2022

Que o Dutra nunca seja a saída!

Me gusta

Thiago Ferreira
Thiago Ferreira
16 feb 2022

acho importante debatermos sobre esse tipo de tematica... me lembra uma frase que ouvi recentemente "O fato é que a democracia é vista como um jogo de xadrez onde há ganhadores e perdedores. Porém, para que o jogo continue um rei nunca poderá dar xeque-mate em outro rei sem que seja preciso que peões sejam manipulados para derrubar outras peças. "

Me gusta
bottom of page