• Armazém na Estrada

A Dança Floral

por Lodônio de Poiri

( poema anteriormente publicado na

Revista Travessa em Três Tempos.

Abaixo o link da revista

com outros 42 poetas )


Já esperaste uma canoa

singrar na enchente?

Teus pés na margem úmida

e teus olhos fitados

naquela preciosa alma que navega?


Ah, sentinelas da ansiedade,

por onde vagueiam

quando a iminência do fervor?


Quais os passos dos enlameados

relembrando risos de azaleias...

Donde emergem os hibiscos

que encantam as frontes

empoeiradas…


Ainda não anoiteceu.

E as calandivas convidam-te

para mais algumas danças.


Uma canoa pode ser um jardim.


E tua face é violeta.


Lodônio de Poiri é poeta e escritor. Um epicurista anarquista e vice-versa


Leia a Revista Travessa em Três Tempos,

ano X edição 23.

ttt_revista-ed_23
.pdf
Download PDF • 2.06MB


https://travessaemtrestempos.com/

123 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Lágrimas